Skip to content

Cantar o solar

01/11/2011

Tenho um coração nocivo
A esse meu espírito cativo
De generais desejos alheios
Muito além dos nosso seios
De nossos sonhos e anseios

Eu acreditei nos românticos
Que é tão lindo viver de luar
Só que esses versos mancos
Esqueceram das trevas no ar

Então hoje quero ver é o sol
Queimar no brilho dos loiros
Acordar com você no lençol
E contar dos tempos d’ouros
Se voltam os que não foram

Abdico ao terror da lua cheia
Convido a cantar o dia de sol
Afinal, cheio o sol é todo dia
Pode ser interior ou no atol
Cantemos então o belo arrebol

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: