Skip to content

O Malabarista

12/10/2011

         A roupa era vermelha, sapatos amarelos, chapéu azul. Tinha tudo para ser um palhaço, e no fundo o era. Mas, naquele momento, acima dos espectadores, ele era o grande malabarista. Tão grande quanto vazio de cada partida. Era o grande número, tão esperado, aguardado, por quem pagavam para ver. Imponente, importante, e ciente, arrogantemente ciente, da habilidade que tinha,  ele subia todas as noites em uma corda bamba (uma fina linha ligando dois frágeis sentimentos), acreditando ser esta demasiadamente forte, e fazia seu número: Ele jogava seus corações com tanta destreza, com tanta perícia e jamais errara, até então. Ou, pelo menos até descobrir que malabarizar era o erro!

      Achou que podia arriscar mais um pouco, pegou o coração mais frágil e lindo aos olhos dos espectadores, e simplesmente o atirou com os demais. Na platéia era um misto de espanto, entusiasmo e pena. Não por ele, mas pelo lindo e inocente coração. Ele não podia ter arriscado, não com aquele. E o que todos previam, exceto ele, aconteceu: do alto daquela tênue linha, das mãos que sempre foram inseguras, o coração caiu e no chão quebrou. O som do ar puxado às forças para dentro ecoou por todo o picadeiro e o coração se partindo passou como uma sequencia de imagens estáticas e sucessivas nos olhos do malabarista.

          Só aí ele se deu conta do quanto eram frágeis os sentimentos que mantinham a linha, e eles se partiram. Só aí ele se deu conta do quão era tênue linha, e ela se rompeu. Só aí ele afinal despencou no chão real e lá de baixo ele não era tão bom assim. As vaias tomaram o picadeiro…

      Humilhado, ele não quis se levantar, esperou, estático, as luzes se apagarem. No frio e sozinho como nunca, o malabarista teve a mais importante e tardia conclusão: Malabariza os corações é tão fácil quanto se arrepender.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 21/10/2011 16:11

    ADOREI**

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: