Pular para o conteúdo

Sob a luz da lua

18/06/2011

O brilho da noite e um abraço frio
O calor escondido nos seios dela
A grande lua cheia revela no cio
O lobo dentro dos homens-fera

Na madrugada as paixões fervem
O menor desejo entra em erupção
O que os amantes sempre querem
Carícias e gemidos em cada refrão

Quando escurece, coração ilumina
O mais puro da natureza humana
É de carne, gozo, demais profana

Vira mulher a mais pura menina
E bicho, o sempre bicho homem
Mistérios da noite nos consomem

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Érica permalink
    18/06/2011 14:10

    Adorei Kaio, meu poeta!

  2. Ohana permalink
    18/06/2011 09:14

    Liindo lindooo …
    Adorei a parte do ‘Vira mulher a mais pura menina
    E bicho, o sempre bicho homem
    Mistérios da noite nos consomem ”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: