Skip to content

It’s an inside job today…

18/12/2010

Nesse quarto escuro, reservado ao clímax da melancolia, ambiente mórbido isento de qualquer alegria. Ainda com os olhos esbugalhados, pouco posso ver. Breu total, o mais sórdido lado da ausência de pessoas, vulgo solidão. Um sentimento de liberdade me invade visando a exteriorizar-se, mas uma força maior, astronomicamente maior, de fora pra dentro, impede qualquer reação de liberdade. Essa parte se caracteriza agonia. Ouço gritos aterrorizados, de dor sobrenatural, apesar de consistir altura de sussurros. Considerando o completo vazio, chego a crer que esses sons estão dentro da minha cabeça, mas, apesar de não me surpreender,  não me assusta. Impressionante como “gritos no silêncio não assustam corações animais”. Qualquer grito de desespero me é indiferente, não consigo compactuar com a dor sentida nesse berros e na verdade não me importo. Nesse momento se solidifica a arrogância. Correndo sem rumo, e sem chegar a lugar algum, esbarro nas paredes e em mais nada, sem ver nada, é apenas um lugar afótico. Sem objetivos, sem lugar nenhum onde queira chegar, apenas correndo e olhando sem nada mirar, para exorcizar a necessidade humana de movimento, apenas, sem que conseqüentemente haja evolução, ou que esteja indo pra frente, sem referencial, posso estar indo contra a trajetória, em sentido negativo, fisica e literalmente. Essa parte se chama a deriva, ao sabor, doce ou amargo, do vento, ou tempestade. Tento me lembrar de algum amor… lembro, mas como se lembra de algo distante, que já se foi, morto e sepultado. Não porque queira, apenas o destino, em quem nunca confie e/ou me entreguei, não me concede nada, ou concede, mas já sem ânimo pra correr atrás, série de decepções me deram desapego a sonhos românticos. E nessa zona encontra-se um misto de sem força pra lutar com um rasgo de carência.

Enfim encontro uma porta… Abro, a princípio a luz me cega. Até que o cristalino se adapta a nova luminosidade… olho para fora. Ah, claro… é apenas o mundo real. Tudo bem Vedder, aqui encerra o meu Inside Job (Trabalho Interno).

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: