Skip to content

De que valem os olhos?

16/12/2010
tags:

Aqui quase morto,

Vi-te outra vez,

E seu belo brilho nos meus olhos se fez.

Você me indicando o lugar,

Eu nem mesmo sabia como chegar.

Não me aparece a qualquer hora,

Apenas quando passo na frágil aurora.

Quando tenho que seguir,

Nem mesmo sei para onde ir.

Sei que não vens pra me assombrar,

Quisera eu se fosse apenas iluminar.

Tens um destino para mim,

Não sei se é o que eu quero seguir.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: